Falta de higiene bucal pode provocar graves danos à saúde

Falta de higiene bucal pode provocar graves danos à saúde

Atriz de Taubaté passou por cirurgias e teve deformações na face por conta de bactéria no dente que passou ao cérebro Levantamento feito pela Uniodonto São José, maior operadora de planos odontológicos da região, revela que 92% de um público de 12 mil pessoas apresentaram algum problema bucal, desde o início de uma cárie ou gengivite até a perda total dos dentes. O estudo começou em agosto de 2013 com pacientes que passaram por avaliação odontológica antes de utilizar o plano da operadora, por meio do ‘Projeto Prevenção’. Os números mostraram que apenas 8% dos atendidos em São José estavam com a saúde bucal em dia. Além disso, a pesquisa revelou que as cáries são as maiores vilãs da boca, totalizando 73% dos atendidos. Dentre eles, 35% com nível crítico, tendo a necessidade de canal ou extração do dente comprometido. Segundo a dentista Camila Hardt, uma das responsáveis pelo atendimento e análise dos dados, a falta de cuidados básicos, como escovar os dentes após as refeições e frequentar o dentista ao menos a cada seis meses, traz consequências graves. “Muitos ainda negligenciam a saúde bucal, infelizmente. Escovar os dentes após todas as refeições, até depois de lanches rápidos, é fundamental. Ir ao dentista de confiança para realizar limpezas com intervalos de um semestre também”. “Quanto ao fio dental, ele deve ser utilizado. Estes cuidados não são exagerados, como pensam muitos pacientes, mas preventivos”. O pior é que um problema na boca pode provocar males mais graves. Uma bactéria instalada no dente, logo após uma refeição sem a devida escovação, pode, por exemplo, ir para o cérebro e resultar em...
Saúde na escola para um país saudável

Saúde na escola para um país saudável

Educação e saúde costumam aparecer sempre juntas em faixas de protestos e em debates políticos em período de eleições. Tradicionalmente estão entre as principais demandas da população brasileira, seja nas ruas ou nas redes sociais. Não é à toa: as duas são pilares de uma vida digna para qualquer ser humano: saúde para garantir o bem-estar físico e mental, e educação para inseri-lo no mundo do conhecimento e, consequentemente, das oportunidades. Além disso, ambas são direitos sociais garantidos pela Constituição de 1988, o que significa que a população pode – e deve – demandar serviços de qualidade, e que os gestores públicos não fazem mais do que a obrigação ao assegurá-los. A relação entre educação e saúde, porém, vai além das pautas políticas e chega, de fato, à sala de aula. O processo de aprendizagem – tema tão complexo e misterioso, estudado pela neurociência – envolve obviamente a disposição do aluno para ouvir, falar, dialogar e compreender os conteúdos e atividades propostos pela escola. Como realizar tudo isso se o corpo e a mente não estão sãos? Um corpo bem nutrido e saudável acorda melhor, anda melhor, pensa melhor e aprende melhor. Além disso, a escola deve servir como um espaço de orientação e discussão que revele às crianças e aos jovens como a qualidade de vida é importante. Ou seja: além das famílias, ela também é responsável por ensinar aos alunos dicas e hábitos de higiene, alimentação e cuidados físicos com o corpo. E não faltam pesquisas para mostrar como isso está relacionado. A Organização Mundial da Saúde (OMS) é o melhor exemplo disso, pois trabalha no mundo...
Prefeitura de Princesa Isabel kits escolares

Prefeitura de Princesa Isabel kits escolares

A Prefeitura de Princesa Isabel-PB, Através da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, realiza a entrega dos fardamentos e kits escolares na próxima sexta-feira (31). A solenidade será às 08:00 horas, na Quadra Poliesportiva da Escola Municipal Carlos Alberto Medeiros Duarte Sobreira. Serão contemplados cerca de 2.200 alunos da rede municipal de ensino; os inéditos kits são formados por fardamento, mochila, cadernos, copo, canetas, lápis, borracha, lápis de cor, massa de modelar e kit de higiene bucal. A política de investimento em Educação em nosso município é uma das principais prioridades desde o início da gestão; em fevereiro, durante a realização da Formação Pedagógica dos Professores, também foram distribuídos kits pedagógico aos professores, assim como, anunciado a concessão de exames oftalmológicos e óculos de grau. Fonte: Blog Cesar...
Prefeitura de Poá entrega 17 mil kits de saúde bucal

Prefeitura de Poá entrega 17 mil kits de saúde bucal

Prevenção odontológica se apresenta como a forma mais eficaz de promover a saúde bucal Além dos 16 mil uniformes e kits escolares, os estudantes da Rede Municipal de Ensino também contarão neste ano com 17 mil kits bucais. Segundo o prefeito Gian Lopes, a prevenção odontológica tem se apresentado como uma forma mais eficaz de promover a saúde bucal e por isso a parceria das secretarias de Educação e Saúde de Poá vai levar às unidades de ensino municipais trabalhos educativos e preventivos para transmitir informações sobre o cuidado com a higiene bucal. “A finalidade da ação é que o aluno se torne um multiplicador de informações levando o que aprende para os seus familiares. Esta é uma grande iniciativa e fico muito feliz e satisfeito de já iniciarmos este projeto neste início de ano letivo”, comentou o prefeito durante evento no Complexo Educacional Poaense Professor José Antônio Bortolozzo, no bairro Cidade Kemel. Segundo o vereador de Mogi das Cruzes e presidente do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP), Claudio Yukio Miyake, a Prefeitura de Poá está de parabéns pelo trabalho que vai realizar na Rede Municipal de Ensino. “Esta união de esforços que está sendo realizada na cidade é muito importante. Fico muito feliz em saber que saúde bucal em Poá é vista como prioridade”, ressaltou. A secretária de Educação, Juliana Pelegrineli, explicou que o trabalho será de grande importância. “Os alunos serão conscientizados sobre a importância da prevenção e da saúde bucal e poderão passar essas informações que vão receber em suas casas e com isso atingiremos um número ainda maior de munícipes sobre o...
Programa Saúde na Escola muda rotina de alunos da rede pública de Foz do Iguaçu

Programa Saúde na Escola muda rotina de alunos da rede pública de Foz do Iguaçu

Proposta diferente do cotidiano escolar ensina as crianças a prevenir e lidar com situações que comprometem o desenvolvimento O programa ‘Saúde na Escola’, desenvolvido pelas secretarias de Saúde e Educação, vai ajudar a administração a identificar problemas dos alunos da rede municipal de ensino. Desde o dia 23, equipes multidisciplinares desenvolvem atividades extracurriculares com as crianças, que estão aprendendo a cuidar da saúde física e mental, através de brincadeiras e outras ações, longe de cadernos e apostilas. A identificação e a prevenção são o mote do programa que está mudando a rotina dos alunos no final do ano letivo. O tema central é a alimentação saudável. Uma proposta diferente do cotidiano da sala de aula e com dinâmicas lúdicas, que ensina as crianças a prevenir e lidar com situações de estresses que comprometem o seu desenvolvimento. O conjunto de equipamentos utilizados recebeu o nome de ‘Cine Saúde’ e está dividido em sala de cinema, túnel da sensibilização, escovódromo, pirâmide alimentar, teste de acuidade visual, avaliação do índice de massa corporal, desvio de postura e espaço de integração. O prefeito Reni Pereira está comemorando a adesão ao programa, pois além de ensinar práticas de uma vida saudável para as crianças, diagnosticar e prevenir doenças, é um importante canal de captação de recurso para a área da saúde. ‘As ações realizadas são contabilizadas para o alcance das metas pactuadas no Termo de Compromisso de 2014’, explicou o prefeito. ‘A verba pode chegar a R$ 2 milhões para ser investido na atenção básica. Além disso, tudo que ensinamos para as crianças chega até o seu núcleo familiar. Economizamos com a prevenção e...
Por que sentimos sede depois de escovar os dentes?

Por que sentimos sede depois de escovar os dentes?

Você costuma sentir sede depois de escovar os dentes? Se sua resposta for sim, saiba que isso é mais normal do que você pensa e existe uma explicação para isso. A resposta está em uma substância que existe na composição de algumas pastas de dente. O nome dela é Lauril Sulfato de Sódio. “Ela funciona como uma espécie de detergente e é a responsável pela limpeza e pela espuma durante a escovação”, diz Thaylla Saraiva, cirurgião-dentista especializada em Saúde Coletiva e da Família.   O LSS tem a função de ajudar na prevenção da cárie, mas como é um derivado do sódio (sal) acaba causando alguns efeitos colaterais como o recessamento da mucosa bucal. Além disso, essa substância afeta as papilas gustativas, que estão presente em toda a língua e são as grandes responsáveis pela capacidade de sentir o gosto das coisas, nos impedindo temporariamente de sentir certos sabores, principalmente o doce. “Com a língua e a boca ressecadas e sem sentir certos gostos, sentimos a necessidade de ingerir líquidos”, diz a especialista. Sintoma rápido A boa notícia disso tudo é que essa sensação dura pouco tempo, pois o LSS fica um curto tempo em contato com as papilas gustativas durante a escovação. Mas a má notícia é que ele tem parceiros nessa missão de ressecamento bucal. “As pastas de dente também costumam ter aromatizantes e tensoativos (substâncias capazes de alterar as propriedades de uma substância) e todas elas ressecam a mucosa da boca, causando sede”, diz Thaylla. Por outro lado, para exterminar essa sede toda basta beber muita água o que é bom para a saúde bucal, pois ela...
Vai juntar as escovas? Melhor pensar duas vezes pelo bem da sua saúde

Vai juntar as escovas? Melhor pensar duas vezes pelo bem da sua saúde

É comum usarmos a expressão “juntar as escovas de dentes” quando duas pessoas vão morar na mesma casa. Mas, segundo médicos e dentistas, é melhor deixar essa ideia só na teoria mesmo. As escovas são objetos pessoais e devem ser mantidos em locais secos e protegidos, para evitar contato com objetos contaminados, inclusive outras escovas. É o que explica o biomédico Roberto Figueiredo, conhecido como Dr. Bactéria: Devemos evitar o contato com outras escovas, porque cada pessoa possui a sua própria microbiota [flora] bucal, que é transferida para a escova Mas e beijar na boca? No beijo na boca, há troca de fluidos e transmissão de bactérias –o que faz algumas pessoas pensarem que casais podem compartilhar escovas de dentes ou mesmo deixá-las juntas. Mas há também transmissão de doenças, como mononucleose e herpes, por exemplo. O médico de família, Alfredo Salim Helito, do Hospital Sírio-Libanês, alerta: “Independentemente de haver contato íntimo, é preciso bom senso. A escova entra em contato com a flora bacteriana, que é diferente de um corpo para o outro, e tira elementos inapropriados dos dentes, coisas que um beijo não transmite” Entre as doenças que podem ser transmitidas estão cárie, gengivite, periodontite, diarreia, faringite, infecções de ouvido, problemas respiratórios e até mesmo doenças cardíacas. Outra preocupação dos médicos é o local onde as escovas são guardadas. Por ficarem muito próximas ao vaso sanitário, elas podem receber coliformes fecais que vêm com os respingos da descarga. “O banheiro é um local muito contaminado, recomenda-se que a escova fique o mais distante possível do vaso”, explica Helenice Biancalana, professora de ondontopediatria da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas:...
Empresa do Parque Tecnológico SJC cria kit educativo para prevenir cárie infantil

Empresa do Parque Tecnológico SJC cria kit educativo para prevenir cárie infantil

A  Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação divulgou uma matéria sobre o Kit Coletivo Escovinha que você pode conferir abaixo: Um kit colorido e educativo para guardar e distribuir escovas de dente e creme dental na escola, promovendo a saúde bucal das crianças. Esse é um dos produtos da Oralls, empresa localizada no Parque Tecnológico São José dos Campos, empreendimento apoiado pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI), que já investiu cerca de R$ 13 milhões na iniciativa. De acordo com o CEO da Oralls, o cirurgião dentista Fabiano Vilhena, 43 anos, o chamado “Kit Escovinha” tem como objetivo garantir a escovação diária com flúor na escola. “Além da escova, do gel inovador e do porta-escovas, o produto acompanha DVD com material educativo e de treinamento técnico do professor, que vai capacitar o aluno no cuidado com a saúde bucal”, explica. A ideia para elaboração do item surgiu depois de Vilhena atuar como odontologista em uma cidade do Mato Grosso: “Eu era o único dentista do município e existia uma grande necessidade de tratamento para a população. Mas não adiantava só tratar, era preciso evitar o problema. Então comecei a desenvolver ferramentas para levar a saúde bucal para as pessoas sem a presença do profissional. Daí surgiu o Kit Escovinha, que permite o acesso à escovação contínua, com flúor, prevenindo a cárie”. Para abrir a primeira sede da Oralls, em 2005, e criar o produto, Vilhena contou com o apoio da incubadora de São José dos Campos, atualmente localizada no parque tecnológico do município. O espaço é credenciado...
Estresse, bruxismo e os problemas à saúde bucal

Estresse, bruxismo e os problemas à saúde bucal

Disfunções como o bruxismo atingem mais de 30 milhões de pessoas no Brasil e costumam estar ligadas à tensão do dia a dia   Problemas odontológicos como o bruxismo são cada vez mais frequentes. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 30% da população possui esse tipo de disfunção e no Brasil, a estimativa é de que ela atinja 30 milhões de pessoas. O que muitos não sabem é que o ranger dos dentes está associado ao estresse. Esse foi o caso de Vania da Silva, que demorou um ano até descobrir que a dor que sentia era causada pelo bruxismo resultado da preocupação excessiva do dia a dia. “Sou muito ansiosa e percebi que eu apertava a mordida o tempo todo, principalmente durante o trabalho. Isso desencadeou dores muito fortes, tanto no rosto quanto dores de cabeça, pescoço e ombro. Fui a vários médicos até descobrir que era bruxismo e a causa era o estresse”, conta a microempresária. O estresse atinge 70% da população brasileira, segundo estudos da OMS. Apesar da alta incidência, os sintomas não costumam ser facilmente percebidos. Segundo a psicóloga Gladir Sanchotene, o uso excessivo de tecnologia e os altos índices de desemprego ocasionados pela crise econômica são alguns dos fatores responsáveis pelo crescimento do nível de estresse. “Essa necessidade de adaptação às exigências do mundo moderno e às mudanças traz uma sobrecarga tanto no ponto de vista emocional quanto físico. É preciso ficar alerta, pois a tensão do dia a dia pode ser um agravante para diversas doenças, entre elas as relacionadas à saúde bucal”, ressalta. De acordo com a dentista e professora...
Veja remédios que prejudicam a saúde bucal

Veja remédios que prejudicam a saúde bucal

Verdadeiras salvações em casos de dor e doenças, alguns medicamentos contém substâncias que podem destruir seu sorriso   Quando temos alguma doença ou estamos sentindo dor, existem remédios que são verdadeiras salvações. No entanto, alguns deles têm uma composição perigosa para a saúde bucal. Segundo a Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas (APCD), cerca de 40% das pessoas ingerem ao menos um tipo de medicamento diariamente que pode prejudicar os dentes. Será que alguns deles estão na sua lista? Fama antiga Podemos começar falando dos antibióticos, pois é possível que você já tenha ouvido de alguém (principalmente de uma pessoa mais velha) que esse medicamento pode causar cárie e estragar os dentes. Isso não é verdade, pelo menos não totalmente. Antigamente o antibiótico mais receitado para qualquer infecção era o que tinha como base uma substância chamada Tetraciclina. Embora muito eficiente e com amplo aspecto, especialistas começaram a perceber que se ele fosse ingerido durante a gestação ele poderia prejudicar a formação óssea do feto, afetando os dentes. Desde então, esse tipo de medicamento não foi mais receitado para mulheres grávidas. No entanto, ele nunca teve o poder de causar cáries. Nem ele, nem nenhum outro tipo de antibiótico. “Não há estudos que comprovem esta teoria, pois os antibióticos não estão entre os fatores causadores da cárie. Já o Tetraciclina quando utilizado no período em que os dentes estão em formação podem induzir o aparecimento de manchas e de uma coloração amarelada ou marrom acinzentada”, diz Simone Matos, ortodontista da Well Clinic. Açúcar, o grande vilão Não é segredo para ninguém que o açúcar é o grande vilão da saúde bucal. E...

Curta Nosso Facebook!